concert-2527495_1280

Riscos Ocupacionais associados a postos de trabalho em locais de vida noturna: pouco mais do que uma reflexão…

Um estudo brasileiro quantificou o ruído existente em clubes noturnos que, na amostra estudada, variou entre 93 e 110 dB(A); registou também alterações bilaterais com significância estatística a nível audiométrico antes e depois da exposição aos turnos de trabalho, quer temporárias, quer permanentes, entre DJs profissionais.

Leia Mais

ourivesaria-joalharia-relojoaria-perigos-trabalhador-condicoes-trabalho-riscos-sst-perigo-safemed

Saúde Ocupacional aplicada à Ourivesaria, Joalharia e Relojoaria

Os profissionais a trabalhar em equipas de Saúde Ocupacional, mesmo que não diretamente ligados a este setor, podem receber trabalhadores com esses antecedentes laborais, pelo que poderão sentir necessidade de aprofundar um pouco os seus conhecimentos na área. Os profissionais deste setor estão sujeitos a diversos riscos/ fatores de risco, alguns dos quais pouco divulgados; para além disso, a generalidade da bibliografia consultada aborda riscos específicos e parcelares, não sendo fácil encontrar uma perspetiva global, a nível de Saúde Ocupacional.

Leia Mais

cigarro-eletronico-contexto-laboral-sst-seguranca-saude-trabalhador-blog-safemed

Consumo do cigarro eletrónico em contexto laboral

A legislação progressivamente mais rigorosa em relação ao tabagismo fez com que os fumadores fumassem menos ou até passassem a ser não-fumadores. Em função disto, as tabaqueiras ficaram mais aliciadas a explorar outras formas de consumir nicotina. Entre todos os métodos disponíveis, o cigarro eletrónico (CE) é considerado o mais agradável. Pois se o consumo do cigarro convencional ou clássico (CC) foi diminuindo ao longo dos anos, o inverso ocorreu para os novos produtos de tabaco entretanto desenvolvidos, ainda que o CC continue a ser o produto de tabaco mais utilizado.

Leia Mais

cantoneiro_recolha_lixo_riscos_psicossociais_sst_saude_ocupacional_blog_safemed

O Lixo na Saúde Ocupacional…

A recolha de lixo no nosso país envolve basicamente três tipos de postos: o motorista que conduz o camião, o cantoneiro que faz a recolha para esse veículo e o cantoneiro que recolhe para um carro manual e/ou que usa máquinas portáteis para obter algum efeito específico na limpeza das ruas e/ou arvoredo. Estes três postos estão sujeitos a inúmeros riscos laborais, por vezes, pouco divulgados e/ou perceptíveis pelos próprios.

Leia Mais