# O Factor Humano # Complexidade organizacional # risco psicossocial # Segurança e Saúde #

Nos dias de hoje, cerca ou mais de 50% do nosso dia-a-dia circunscreve-se ao “mundo do trabalho”, seja fisicamente in situ, seja no prolongamento da jornada laboral, muito para além do período normal de trabalho, fruto de inúmeras variáveis entre as quais a coexistência, diria, quase indispensável e irreversível das tecnologias da informação e comunicação […]

Leia Mais

VIH e Sida e a segurança e saúde no trabalho

A Recomendação (N.º200) tem um grande enfoque na SST. Reforça a necessidade de assegurar a igualdade de acesso por parte dos trabalhadores a serviços de saúde relacionados com o VIH, às suas famílias e às pessoas a cargo. Apela à promoção e implementação das normas internacionais do trabalho e das recomendações e outros instrumentos internacionais relacionados com o VIH e o mundo do trabalho, incluindo os que reconhecem o direito ao mais elevado nível de saúde.

Leia Mais

Passado e Presente da Saúde Ocupacional, perspetivando o seu futuro

O trabalho pode afetar negativamente a saúde sendo, nos nossos dias, quase negligenciável a valorização do papel promotor de saúde que o trabalho deveria proporcionar. Tal é revelador da preponderância atribuída à componente preventiva dos riscos profissionais em detrimento da componente positiva (promotora) da saúde e do bem-estar, assim como dos aspectos relacionados com o desenvolvimento pessoal dos trabalhadores.

Leia Mais

O ensino da Medicina do Trabalho em Portugal

O ensino da Medicina do Trabalho foi assegurado, desde 1963, pelo Instituto de Higiene Dr. Ricardo Jorge, como especialização do Curso de Medicina Sanitária. O ensino da Medicina do Trabalho está ainda associado, em termos históricos, à formação especializada de médicos do trabalho, através de um curso que constituía habilitação legal para o exercício da medicina do trabalho em serviços médicos do trabalho, inicialmente no âmbito das disposições técnico-normativas e jurídicas de 1962 sobre a prevenção da silicose, nas minas, nos estabelecimentos industriais e em outros locais de trabalho em que existia o risco daquela doença profissional.

Leia Mais

SÍNDROME DE “BURNOUT” RECONHECIDA COMO DOENÇA PELA OMS

A lista, elaborada pela OMS, é baseada nas conclusões de especialistas de todo o mundo. A classificação é utilizada para estabelecer tendências e estatísticas de saúde. A inclusão foi aprovada pelos estados-membros da OMS, reunidos desde 20 de maio em Genebra para a Assembleia Mundial da organização. O burnout pode afetar indivíduos “normais”, no sentido […]

Leia Mais

Envelhecimento e Trabalho: “velhos são os trapos”

Na atual fase de desenvolvimento da Saúde Ocupacional, ou da Segurança, Higiene e Saúde dos Trabalhadores nos Locais de Trabalho (SHSTLT) se se preferir, pretende-se um ambiente de trabalho saudável, seguro e satisfatoriamente confortável e um trabalhador saudável, ativo e produtivo, sem doenças naturais ou ocupacionais e apto e motivado para o exercício da sua […]

Leia Mais