segurança_alimentar_brasil_nutrição_sst_blog_safemed

O papel estratégico do Brasil em Segurança Alimentar e Nutricional na agenda internacional: oportunidades e desafios

No cerne deste debate, o Brasil tem se tornado ator relevante, desde o compartilhamento de experiências nacionais – principalmente mediante a Cooperação Sul-Sul (CSS) –, até a liderança em iniciativas internacionais. Neste sentido, duas perguntas se tornam fundamentais: 1) qual é a contribuição brasileira no plano internacional? 2) quais as oportunidades e desafios deste posicionamento?

Leia Mais

controlo_pragas_animal_alimentar_hst_sst_blog_safemed

Controlo de Pragas

Em todas as fases da produção, transformação, armazenamento e distribuição, os alimentos devem ser protegidos de qualquer contaminação que os possa tornar impróprios para consumo humano, perigosos para a saúde ou contaminados de tal forma que não seja razoável esperar que sejam consumidos nesse estado. Assim devem ser instituídos procedimentos adequados para controlar os parasitas/pragas (ver nº3 e nº4 do Capítulo IX do Anexo II do Regulamento (CE) nº 852/2004 de 29 de abril e suas alterações).

Leia Mais

segurança_alimentar_saude_publica_hst_sst_blog_safemed

Perigos para a segurança alimentar

Representam perigos para a segurança alimentar todos os agentes veiculados por géneros alimentícios e/ou outros, que tornem os alimentos impróprios para consumo humano (quer por motivos de contaminação, de origem externa ou outra, quer por putrefação, deterioração ou decomposição) e/ou que, após ingestão, possam ter um efeito prejudicial (imediato e/ou a curto e/ou a longo prazo) para a saúde da pessoa que o consome e/ou para as gerações seguintes, seja esse efeito tóxico ou não e/ou tenha efeito cumulativo ou não.

Leia Mais

red-bull-565614_1280

Riscos associados a bebidas energéticas

Bebida energética (Be) é uma designação comercial para um grupo de bebidas refrigerantes que geralmente contém níveis elevados de cafeína, taurina e glucuronolactona, para além de hidratos de carbono, vitaminas e minerais. As bebidas energéticas incluem, portanto, alguns ingredientes que embora não lhe sendo exclusivos, estão presentes em concentrações muito mais elevadas que as encontradas noutros alimentos.

Leia Mais