Efeitos na saúde e riscos para a segurança decorrentes dos campos eletromagnéticos

O tipo de efeito que os campos eletromagnéticos têm nas pessoas depende principalmente da frequência e intensidade: outros fatores, tais como a configuração da forma de onda, podem também ser importantes nalgumas situações. Alguns campos causam estimulação dos órgãos sensoriais, dos nervos e dos músculos, ao passo que outros causam aquecimento. Os efeitos causados pelo aquecimento são denominados efeitos térmicos pela Diretiva CEM, enquanto os outros efeitos são denominados efeitos não térmicos.

Importa saber que todos estes efeitos mostram um limiar abaixo do qual não existe risco, e que as exposições abaixo do limiar não são de modo algum cumulativas. Os efeitos causados pela exposição são passageiros, estando limitados à duração da exposição, e irão parar ou diminuir assim que a exposição termine. Isso significa que não haverá qualquer outro risco para a saúde quando a exposição tiver terminado.

2.1. Efeitos diretos

Os efeitos diretos são alterações que ocorrem numa pessoa devido à sua exposição a um campo eletromagnético. A Diretiva CEM apenas contempla efeitos bem entendidos que sejam baseados em mecanismos conhecidos. Distingue entre efeitos sensoriais e efeitos na saúde, que são considerados mais sérios. Os efeitos diretos são:


• vertigens e náuseas decorrentes de campos magnéticos estáticos (normalmente associadas ao movimento, mas que também podem ocorrer quando estiver imobilizado);
• efeitos nos órgãos dos sentidos, nervos e músculos decorrentes de campos de baixa frequência (até 100 kHz);
• aquecimento de todo o corpo ou de partes do mesmo devido a campos de alta frequência (10 MHz e superior); acima de alguns GHz, o aquecimento é cada vez mais limitado à superfície do corpo;
• efeitos nos nervos, músculos e aquecimento decorrente de frequências intermédias (100 kHz a 10 MHz).

Os efeitos dos campos eletromagnéticos em diferentes gamas de frequências (as gamas de frequência não são apresentadas à escala)

2.2. Efeitos a longo prazo

A Diretiva CEM não aborda os presumíveis efeitos a longo prazo da exposição a campos eletromagnéticos por atualmente não existirem provas científicas sólidas no sentido de uma relação causal. No entanto, se surgirem tais provas científicas sólidas, a Comissão Europeia irá considerar os meios mais adequados para abordar esses efeitos.

2.3. Efeitos indiretos

Os efeitos indesejáveis podem ocorrer devido à presença de objetos no campo resultar num perigo de segurança ou para a saúde. O contacto com um condutor sob tensão não se insere no âmbito da Diretiva CEM.

Os efeitos indiretos são os seguintes:

• interferência em equipamento eletrónico médico e outros dispositivos;
• interferência em implantes médicos ativos ou equipamento como estimuladores cardíacos ou desfibrilhadores;
• interferência em dispositivos médicos usados no corpo, tais como bombas de insulina;
• interferência em implantes passivos (articulações artificiais, cavilhas, fios ou placas de metal);
• efeitos em estilhaços, piercings corporais, tatuagens e arte corporal;
• risco de projeção de objetos ferromagnéticos soltos num campo magnético estático;
• arranque não intencional de detonadores;
• incêndio ou explosão devido à inflamação de material inflamável ou explosivo;
• choques elétricos ou queimaduras de correntes de contacto quando uma pessoa toca num objeto condutor num campo eletromagnético e um deles está ligado à terra e o outro não.

Mensagem principal: efeitos do CEM

Os campos eletromagnéticos no local de trabalho podem causar efeitos diretos ou indiretos. Os efeitos diretos são os provenientes de uma interação dos campos com o corpo e podem ser de natureza não térmica ou térmica. Os efeitos indiretos podem resultar da presença de um objeto no campo que leva a um perigo de segurança ou para a saúde.

Fonte (ACT):
http://www.act.gov.pt/(pt-PT)/crc/PublicacoesElectronicas/Documents/CamposEletromagneticos.pdf

Avalie o artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscribe!