[Formação] Medidas de Autoprotecção em Edifícios Existentes

Sabia que qualquer arquitecto, engenheiro civil ou engenheiro técnico pode subscrever Medidas de Autoprotecção de edifícios ou recintos no âmbito da segurança contra incêndios em edifícios de 1.ª e 2.ª categoria de risco?

Destinatários: Profissionais das áreas de arquitectura e engenharia, e projectistas de segurança contra incêndios em edifícios (da 1.ª à 4.ª categoria de risco).

Objectivos: A Lei obriga a que todos os edifícios e recintos existentes tenham desenvolvido, implementado e testado, no âmbito da segurança contra incêndios, um Plano de Segurança que deverá ser proposto à Autoridade Nacional de Proteção Civil. As Medidas de Autoprotecção, que integram o plano de segurança, têm por finalidade garantir a manutenção, no tempo, das condições de segurança contra incêndio dos edifícios e recintos, quer sejam novos ou existentes à data em vigor do diploma atual (Decreto-Lei n.º 220/2008, de 12 de Novembro). No final, o formando estará apto a interpretar, elaborar e utilizar um dossier de Medidas de Autoprotecção de um edifício e recinto. No caso dos arquitectos, engenheiros civis e engenheiros técnicos, estarão também aptos a elaborar e subscrever Medidas de Autoprotecção dentro das categorias de risco para as quais estejam habilitados.

Programa:
– Introdução ao tema.
– Legislação em vigor.
– Plano de prevenção ou simples procedimento de prevenção.
– Plano de emergência interno ou simples procedimento de emergência.
– Acções de sensibilização, formação e simulacros.
– Equipas de segurança.
– Registo de segurança.
– Caso prático e discussão.

Local: Porto e Lisboa

Saiba mais em: http://www.arqcoop.com/medidas-de-autoproteccao/

Márcia Cardoso

Márcia Cardoso

Márcia Cardoso, licenciada em Marketing. Actualmente desenvolve funções na Ábaco Consultores.  Visualizar perfil de Márcia Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscribe!