[Notícia] Dia Mundial da Saúde

À semelhança das demais datas que adquirem uma designação particular, no dia 7 de abril comemorou-se o Dia Mundial da Saúde, pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 1948. Esta data reveste um carácter simbólico, que visa assinalar a nível mundial a importância da saúde dos indivíduos e das comunidades. O tema para o ano de 2015 é a “Segurança Alimentar”, tendo como slogan “da quinta para o prato, torna a comida segura”.

A OMS estima que ocorram todos os anos, dois milhões de mortes a nível mundial, relacionadas com a contaminação de alimentos e da água. Estes agentes contaminantes, sejam eles bactérias nocivas, vírus, parasitas ou substâncias químicas, são responsáveis por doenças.

As alterações nas formas de produção de alimentos, na sua distribuição e consumo, colocam desafios à escala global, devido ao transporte e ao comércio de alimentos pelo mundo.

É importante alertar os governos e toda a cadeia de produção alimentar (agricultores, fabricantes, fornecedores e consumidores) para a importância do cumprimento de regras e do controlo de perigos e riscos químicos, biológicos ou microbiológicos, garantindo que os alimentos que chegam aos pratos da população são seguros.

A segurança alimentar é uma área da Saúde Pública, que protege os consumidores contra os riscos de intoxicação alimentar, mas deve ser encarada por todos como uma responsabilidade partilhada. O consumidor final tem um papel importante para garantir a segurança e qualidade dos alimentos que coloca no seu prato. São regras simples que devem ser do conhecimento de qualquer cidadão:

1. Mantenha a higiene das instalações onde armazena alimentos, dos espaços, superfícies e utensílios que utiliza para a confeção dos alimentos; dê especial atenção à higiene das mãos na manipulação/confeção dos alimentos.

2. Separe alimentos crus de alimentos cozinhados. O seu frigorífico deve ser um espaço organizado, onde os alimentos cozinhados devem ser acondicionados em embalagens ou recipientes fechados e separados dos alimentos ainda em cru, pelo risco de contaminação (especial atenção com a carne e peixe).

3. Cozinhe bem os alimentos. Estudos demonstraram que cozinhar os alimentos a uma temperatura acima dos 70ºC garante um consumo mais seguro. Mais uma vez, especial atenção à carne, peixe e ovos.

4. Mantenha os alimentos a temperaturas seguras. A regra é manter os alimentos a temperaturas abaixo dos 5ºC ou acima dos 60ºC. O que significa que, deve-se evitar descongelar alimentos à temperatura ambiente; deve-se evitar manter alimentos cozinhados expostos à temperatura ambiente mais de 2 horas, procedendo à sua refrigeração (abaixo de 5ºC o mais rapidamente possível). Temperaturas entre os 5ºC e 60ºC favorecem a proliferação de microorganismos potencialmente perigosos para a saúde dos consumidores.

5. Use água e matérias-primas seguras. Tenha atenção aos prazos de validade, ao aspeto dos alimentos em termos de frescura e lave corretamente os produto que consome crus.

Estas são as cinco regras de ouro, que contribuem para uma alimentação segura.
A comemoração desta data permite também reforçar junto da população, a importância dos indivíduos tornarem-se agentes ativos e empenhados em manter e melhorar a sua saúde, através dos esforços e das opções de estilos de vida saudáveis. Empenhe-se pela sua saúde!

Enfermeiras Elsa Silva e Sandra Costa
ACeS Grande Porto I Santo Tirso/Trofa

Fonte (O Noticias da Trofa): http://bit.ly/1HqYtcC

Avalie o artigo
Márcia Cardoso

Márcia Cardoso

Marketeer at Ábaco Consultores
Márcia Cardoso, licenciada em Marketing. Actualmente desenvolve funções na Ábaco Consultores.
 Visualizar perfil de Márcia Cardoso
Márcia Cardoso

Márcia Cardoso

Márcia Cardoso, licenciada em Marketing. Actualmente desenvolve funções na Ábaco Consultores.  Visualizar perfil de Márcia Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscribe!

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>