perguntas_frequentes_amianto_safemed

[Q&A] Perguntas Frequentes: Amianto

O que é o “Amianto”?
O Amianto ou asbestos é a designação comum para uma variedade fibrosa de 6 silicatos minerais naturais (ferro e magnésio): actinolite, crisótilo, crocidolite, antofilite, amosite e tremolite.

Que tipos de Amianto existem?
Os diferentes tipos de amianto podem ser agrupados em duas famílias:

  • Anfíbolas: Crocidolite (amianto azul), amosite (amianto castanho), antofilite, actinolite e tremolite;
  • Serpentinas: Crisótilo (amianto branco);

Onde se utilizou Amianto no passado?
O amianto foi largamente utilizado, principalmente na indústria da construção, devido às suas propriedades de incombustibilidade, elasticidade, resistência mecânica, isolamento térmico e acústico. Estes diferentes tipos de amianto encontram-se numa ampla gama de produtos e materiais, de que são exemplos:

  • Materiais de isolamento térmico, de baixa densidade em portas corta-fogo e painéis de divisórias;
  • Revestimentos de tetos falsos e pavimentos;
  • Misturas com gesso, argamassas e estuques;
  • Têxteis, papéis e cartão à prova de fogo;
  • Discos de embraiagem e calços dos travões;
  • Produtos em fibrocimento, em telhas e canalizações;
  • Materiais de isolamento elétrico;
  • Equipamentos de proteção individual contra o fogo ou altas temperaturas.

Quando é que há risco de exposição ao amianto?
Quando as fibras se libertam ocorrendo o perigo da sua inalação. Se as fibras de amianto estiverem apenas fracamente ligadas no produto ou material, o risco de libertação de fibras é maior devido à friabilidade ou ao estado de conservação desse produto/material. Se, pelo contrário, as fibras estiverem fortemente ligadas num material não friável, a probabilidade de essas fibras se libertarem será menor, sendo consequentemente menor o risco de exposição.

Quais as vias de exposição ao Amianto?
As vias de exposição são a inalação, a ingestão e a cutânea sendo a primeira a principal responsável pelos danos causados à saúde.

Quais os riscos da exposição a fibras de Amianto?
Todas as variedades de amianto foram classificadas como agentes cancerígenos para o ser humano (grupo 1) pela IARC (International Agency for Research on Cancer), sendo que os tipos de cancro mais comuns nos indivíduos expostos são o mesotelioma (cancro da pleura) e o cancro do pulmão. Relativamente ao cancro gastrointestinal não há ainda comprovação científica da sua relação com a exposição ao amianto. A Asbestose é também uma doença provocada pela inalação de poeiras de amianto.

O que fazer se houver suspeição sobre a presença de fibras de amianto em suspensão no ar ou de materiais contendo amianto?
Nas atividades suscetíveis de exposição a poeiras e fibras de amianto ou de materiais que contenham amianto deve ser avaliado o risco para a segurança e saúde, determinando a natureza, o grau e o tempo de exposição, nos termos do artigo 6.º do Decreto-lei n.º 266/2007, de 24 de julho.

Na sequência desta avaliação, e tendo em conta a existência de risco, deve proceder-se à determinação da concentração das fibras de amianto no ar dos locais de trabalho.
O valor limite de exposição (VLE) * para o amianto encontra-se fixado em 0,1 fibra/cm3, medida relativamente a uma média ponderada no tempo para um período de 8 horas.
*Valor Limite de exposição profissional, Art.º 4 do Dec. Lei nº 266/2007 de 24/07
Quem é responsável pela avaliação de riscos da exposição ao amianto?
É da responsabilidade da entidade empregadora proceder à Avaliação de Riscos para a Segurança e Saúde no Trabalho, prevista naLei nº 102/2009, de 10 de setembro, alterada e republicada pela Lei nº 3/2014, de 28 de Janeiro – Regime Jurídico de Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho (art. 15.º) e prevista na Lei nº 59/2008 de 11 de setembro, que aprova o Regime do Contrato de Trabalho em Funções Públicas, no seu capítulo IV- Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho (alínea b) do n.º 2 do Art.º 222.º), no caso  da entidade empregadora pública.
Ainda de acordo com o art.º 6.º, do Decreto-Lei n.º 266/2007, de 24 de julho relativo à proteção sanitária dos trabalhadores contra os riscos de exposição ao amianto durante o trabalho, “Nas atividades suscetíveis de apresentar risco de exposição a poeiras de amianto ou de materiais que contenham amianto, o empregador avalia o risco para a segurança e saúde dos trabalhadores, determinando a natureza, o grau e o tempo de exposição”.
Avalie o artigo
Márcia Cardoso

Márcia Cardoso

Marketeer at Ábaco Consultores
Márcia Cardoso, licenciada em Marketing. Actualmente desenvolve funções na Ábaco Consultores.
 Visualizar perfil de Márcia Cardoso
Márcia Cardoso

Márcia Cardoso

Márcia Cardoso, licenciada em Marketing. Actualmente desenvolve funções na Ábaco Consultores.  Visualizar perfil de Márcia Cardoso

Um comentário em “[Q&A] Perguntas Frequentes: Amianto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscribe!

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>